domingo, 28 de junho de 2009

DONT MATTER IF YOURE BLACK OR WHITE!



Os últimos dez anos foram os mais polêmicos e insanos da vida do cantor. Ele foi o alvo da mídia diversas vezes desde acusações importantes como abuso de menores, até simples motivos de piadinhas deteriorantes. Não desejo entrar aqui na área das especulações sobre sua culpa pelos crimes dos quais foi acusado.
Esse período de declínio me pareceu um dos períodos onde ele mais padecia de suas doenças espirituais. Fico imaginando que aquela deformação gradual que pouco a pouco ia se expressando no rosto daquela pessoa, e assombrava o público a cada aparição, era apenas um reflexo do que poderia estar acontecendo por dentro. Assim como seu rosto se desfigurava, imagino estar em pior estado, a alma daquele homem.
É neste momento onde o ser humano mais necessita de ajuda: a ajuda para sair do buraco. E no que dependesse das pessoas ao redor do mundo, a grande massa estava mais preocupada em colocar mais lodo em cima do homem. Provavelmente, essa atitude tão “humana” que é de jogar lodo nas pessoas que estão expostas, seja uma maneira de desviar a atenção de si mesmo e suas próprias doenças ocultas para outro alvo.
Michael Jackson morreu. Depois de sua morte, legiões de fãs e admiradores ressurgiram como que saíssem de portas ocultas. “De onde ressurgiram estas pessoas”?! É o que alguns indagam.
Não sei do interior de Michael a respeito de Deus. Só Deus é quem sabe a intimidade que os dois possam ter desenvolvido. Mas penso que se ele estivesse vivo neste momento e assistindo tamanha admiração que as pessoas ainda nutriam por ele, seria um elixir para sua alma; o incentivo que talvez ele necessitasse pra chegar “lá”!
Deixo em aberto a reflexão:
O que podemos fazer pelos que ainda não foram?
Que incentivos e apoio podemos prestar para aqueles que estão precisando de nós, antes que seja tarde demais?
Será que devemos expressar nosso amor e admiração pelas pessoas que estão no lodo, antes que elas morram?
Ajuda-nos, oh Deus, a ter uma visão mais próxima da tua! Dá-nos esse espírito que necessitamos para nos compadecer-nos dos que estão clamando silenciosamente!
(J.César)

7 comentários:

Cecília Valença disse...

Até que ponto uma vida é preciosa para Deus? A ponto de sacrificar Seu único Filho em favor dela. Deus ama e salva o pecador. Não foi por acaso que Jesus disse em Marcos 8:36, " Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e PERDER A SUA ALMA?"
A vida de Michael foi marcada por um misto entre fama e decadência, riqueza e miséria, estrelismo e escândalo, saúde e doença. No entanto, qual era maior necessidade deste homem? De certo que era a de ter um relacionamento com Deus. Quem se propôs a ajudá-Lo em sua maior carência? Tão impossível quanto saber a resposta a esta pergunta é oferecer esta ajuda após a sua morte. Seu destino já está traçado eternamente. Ele passará uma eternidade de vida ou de morte.
Existem outras vidas que nos cercam diariamente cujo destino eterno não está inda definido. Essas vidas continuam sendo muito preciosas para Deus e às vezes para nós também. Sendo assim por que nos calamos? Por que não ajudar na maior necessidade delas? Que Deus tenha misericórdia delas... E de nós...

rodrigotavares disse...

O que podemos fazer pelos que ainda não se foram? Ama-los sem nenhum interesse oportunista seria um ótimo começo.

Reis disse...

Boa reflexão sobre Michael! Óbvio é que ele sofria, e bastante...fico pensando na minha responsabilidade, enquanto conhecedor da Verdade, em levá-la a pessoas como Ele.

Reis disse...

Boa reflexão sobre Michael! Óbvio é que ele sofria, e bastante...fico pensando na minha responsabilidade, enquanto conhecedor da Verdade, em levá-la a pessoas como Ele.

Lucas GS disse...

Julio, o que me deixa mais indignado é que tão usando a morte dele para lucrar. Você viu? Estão vendendo ingressos pro funeral dele, meu Deus!

Rodrigo Miguel disse...

abandonou o blog?

Neto disse...

Tempão que não postava, hein?!
òtimo post primo!

Essa semana chamei um amigo de 'covarde' e parece que matei o rapaz. Se apenas isso foi suficiente pra ferir tanto uma pessoa imagina o que o Michael não sofreu com tudo o que falavam dele... =/